Confira a nossa lista e veja o que você já faz e o que ainda pode – e deve – melhorar

O cardápio é uma excelente ferramenta de marketing e de vendas. Exatamente por isso, ele precisa ser criado com base nas estratégias certas para conseguir atingir o objetivo de atrair mais clientes.

Se você tem um restaurante ou bar, será que o seu cardápio contém os elementos necessários para uma boa apresentação dos pratos e bebidas? Confira abaixo a nossa lista de melhores práticas para implementar agora no seu cardápio, e veja o que você já faz e o que ainda pode – e deve – melhorar.

✔ Pensar no formato do cardápio

Imagine aqueles cardápios enormes, que para manuseá-los você precisa praticamente invadir a mesa vizinha. Não é o modelo mais confortável, certo? Por isso é importante pensar em algo que seja prático para os clientes. Afinal, tamanho não confere qualidade.

✔ Aplicar os conceitos da engenharia de cardápio

Esse conjunto de técnicas ajuda a organizar os itens de maneira estratégica, focando no melhor jeito de promover cada um e na experiência dos clientes. Apesar do nome, são toques simples de serem implementados.

✔ Inovar

Caso esteja ao seu alcance, modernize o seu estabelecimento. O cardápio digital é uma forma simples de tornar o atendimento mais ágil, eficiente e prático. Ele pode ser utilizado tanto nos smartphones dos próprios clientes quanto em tablets fornecidos pelo local.

✔ Investir em um visual atrativo

O cardápio precisa impactar positivamente os consumidores logo de cara e despertar curiosidade. O ideal é criar um material que atenda a esses requisitos e ainda traga a identidade visual do estabelecimento.

✔ Usar fotos estratégicas

Os pratos e bebidas são o carro-chefe de qualquer restaurante ou bar. Sendo assim, use fotos de alta qualidade no cardápio. Busque ângulos que valorizem o item em questão. A intenção aqui é criar um sentimento de desejo, uma vontade de consumir o que estiver ali.

✔ Corresponder às expectativas

De nada adianta fazer uma bela apresentação no cardápio e, quando o prato chegar à mesa ou à casa de quem comprou, estar completamente diferente do que o que foi mostrado. Exiba somente aquilo que está ao seu alcance, que você pode fazer. Jamais corra o risco de deixar os clientes frustrados.

✔ Inserir todas as informações básicas e necessárias

É legal indicar aos consumidores o que eles devem esperar daquela composição. Por isso, se possível, informe se o prato é muito condimentado, se contém algum ingrediente específico para quem tem intolerância, como glúten, quantas pessoas serve, entre outros.

✔ Evitar os cifrões

Que tudo aquilo custa dinheiro, todo mundo sabe. Mas estampar um cifrão no cardápio não é muito recomendado, pois acaba conferindo um peso a mais ao preço. Com isso, as coisas vão parecer mais caras do que são.

✔ Focar na ideia ‘menos é mais’

Um cardápio com centenas de opções não ajuda em nada os clientes. Pelo contrário, só atrapalha. Afinal, é muito mais complicado escolher algo entre 50 itens do que entre 10, não? Facilite a vida dos visitantes.

E aí, quantas dessas práticas você já segue? Conte nos comentários.