Se cliente não tiver uma boa impressão do seu negócio logo no primeiro contato, ele ou ela não vai pensar duas vezes antes de procurar outro lugar para comer

Quando se trata de cardápio de lanchonete, visual é tudo. Ele é um importante meio de divulgação do seu trabalho e, sendo assim, vale a pena gastar um certo tempo pensando em maneiras de aprimorá-lo.

Pense no cardápio como o primeiro contato que o cliente terá com o seu negócio. Se acaso a impressão não for muito positiva, se ele ou ela não se surpreender com o material, vai procurar outro lugar que atenda às expectativas.

Acha que isso está acontecendo com você? Então, confira essas 7 dicas para deixar o cardápio da sua lanchonete mais atrativo.

1 – Tenha um cardápio digital

Ter um cardápio digital facilita as vendas pela internet e dá autonomia à clientela na loja física. Assim, fica mais fácil fazer alterações nos pratos, incluir promoções e novidades.

2 – Use e abuse das fotos

Ilustrar o menu com fotos dos pratos é uma forma eficiente de atrair a atenção do cliente, que vai querer algo igual aquilo ali. Além disso, as imagens também podem responder dúvidas básicas dos consumidores, como tamanho do lanche, quantidade de hambúrgueres, se tem queijo, etc.

Atenção: evite usar fotos de bancos de imagens gratuitos. Prefira destacar os seus próprios produtos.

3 – Invista em uma diagramação que encha os olhos (e o estômago)

O cardápio não é pura e simplesmente uma lista de coisas. Ele tem que chamar a atenção, ser um ímã para os olhos de quem vê e, claro, despertar a fome.

Invista em um design criativo, interessante, alinhado com a cara do seu negócio. Para isso, você pode usar algumas plataformas de edição online, como o Canva.

4 – Saiba destacar os itens exclusivos da casa

Oferecer o trivial faz parte, no entanto ter algo diferenciado te torna especial. Realce alguma coisa que só você tenha. Pode ser um lanche com ingredientes inusitados, um molho muito autêntico, um combo família ou uma sobremesa diferente.

Depois de escolher esse prato único, coloque-o em um lugar de destaque no cardápio, mostre que sua lanchonete é mestre na preparação dele.

5 – Quando se trata de cardápio para lanchonete, lembre: menos é mais

Um cardápio com inúmeras opções mais atrapalha do que ajuda. O consumidor fica perdido diante de tantos pratos e pode se incomodar só de ver a quantidade de coisas que terá que olhar antes de decidir o que pedir. Para facilitar a vida e acabar com a indecisão, opte por um menu mais enxuto.

6 – Descreva os pratos em detalhes

As imagens ocupam o lugar de honra, mas precisam de uma descrição adequada. Detalhe os ingredientes utilizados, o ponto da carne e os temperos. Aproveite o espaço para ressaltar termos como “o nosso exclusivo molho”, “a especialidade da casa”, “o prato mais pedido”.

7 – Comece pelas opções mais caras

Uma coisa é fato: ao ver um item considerado caro, os demais parecem muito mais baratos. Use essa estratégia no seu cardápio. Comece listando os pratos de preço elevado. Conforme o cliente percorrer o restante do menu, as outras opções vão parecer muito mais baratas.

Viu só?

Como você pôde perceber, são mudanças bem simples, mas que fazem toda a diferença para quem tem contato com o cardápio da sua lanchonete.