Não precisa de equipamentos caros ou fotógrafo profissional. Aprenda a tirar boas fotos com o celular para exibir as suas mercadorias na internet

Quem vende na internet sabe que precisa conquistar o cliente primeiramente pelo visual. Ele só conhecerá a sua loja se o produto exibido chamar a atenção. Por isso, as fotos que você usa para anunciar as suas mercadorias, seja em redes sociais, e-commerces, marketplaces ou catálogos online, devem ter uma qualidade excelente.

O ideal é usar uma câmera profissional ou contratar um fotógrafo. No entanto, essa não é a realidade da maioria dos empreendedores brasileiros. Por isso, preparamos essa lista com 15 dicas incríveis para você fotografar os seus produtos na sua casa ou loja e usando apenas os recursos do celular.

1) Pense na resolução

Por um lado, a foto precisa ter uma alta resolução para os consumidores poderem visualizar os detalhes da peça. Por outro, você não deve esquecer que o local onde a imagem será postada normalmente limita o material a um determinado tamanho e/ou peso.

Mesmo se você for publicar em um site próprio, é importante se atentar a esse detalhe para que o arquivo não comprometa o carregamento da página. Assim, antes de sair ajustando as configurações do seu celular, verifique as limitações exigidas pela plataforma que você pretende publicar a foto ou pesquise para identificar o tamanho ideal para o seu site.

Com essas informações em mãos, a regra básica é: quanto mais pixels, maior será a resolução da imagem. Em outras palavras, mais nítida ela ficará.

2) Limpe a câmera

Câmera do celular iPhone

Como os celulares estão sempre indo e vindo nas nossas mãos, é importante dar uma limpadinha básica na câmera antes de fazer as fotos dos seus produtos. Aquele borrão na imagem pode não ser um problema no aparelho, mas apenas a marca da sua própria digital na lente. E não use produtos abrasivos. Apenas um pano seco já resolve.

3) Não coloque informações na foto

Nada de acrescentar o preço em cima da imagem a partir de uma montagem ou adicionar outro tipo de texto. Deixe a foto ser apenas a foto. Incluir informações nela, como um simples logo, pode prejudicar a visualização do produto e comprometer a experiência dos clientes.

Use outros meios para indicar coisas como preço e tamanho. A sacolinha do Instagram, por exemplo, é um ótimo recurso para mostrar que o seu produto está à venda e não atrapalha o usuário. Pelo contrário, proporciona interação e facilita o caminho até a finalização da compra.

4) Atente-se à iluminação

Fotografar em um estúdio preparado com toda a iluminação necessária obviamente é mais fácil, mas você pode tirar muito proveito e fazer fotos ótimas usando a boa e velha luz natural. Quem entende do assunto recomenda fotografar no fim da tarde para obter os melhores resultados, já que a luz fica mais distribuída, reduzindo as sombras.

Falando nisso, preste atenção na contraluz (quando a iluminação vem detrás do que está sendo fotografado). Quando isso acontece, o celular ajusta a foto para reduzir a claridade. O resultado acaba sendo uma foto escura e nada bonita.

5) Esqueça o zoom

Com a exceção de smartphones com recursos desenvolvidos especialmente para fotografias, como o Samsung Galaxy S20 Ultra, o melhor é evitar o zoom. Isso porque, na maioria dos casos, a aproximação faz a foto perder qualidade e ficar granulada ou borrada. Quer ter uma visão mais próxima do produto? Chegue perto dele para fotografar. 

6) Fique no simples: use um fundo branco

Não se preocupe em fazer composições com fundos coloridos e divertidos. Prefira o fundo branco, pois ele ajuda a destacar o objeto fotografado. 

Dica de ouro: pegue uma folha de papel ou tecido na cor branca, dobre de forma a fazer uma curva e coloque atrás do produto para fazer a foto. Esta técnica, chamada “fundo infinito”, cria uma visibilidade ainda mais agradável.

7) Tente não tremer

Tripé de celular

Parece óbvio, mas no momento da foto, procure ficar o mais parado possível. Apesar de parecer uma tarefa tranquila, pode ser um verdadeiro desafio para muita gente. Neste caso, se der, tente conseguir um tripé para celular. 

Você também pode tentar apoiar o smartphone em uma superfície reta e lisa. Só tenha cuidado para não derrubá-lo. Não há editor de imagem capaz de consertar uma imagem borrada. Por isso, é crucial ter atenção e calma no momento da foto. 

8) Quanto mais ângulos, melhor

O seu cliente não vai poder pegar o produto nas próprias mãos antes de comprar. Logo, é fundamental fornecer a maior quantidade de ângulos possíveis para ajudar os consumidores a terem uma visão mais completa das mercadorias.

Os ângulos básicos são o considerado “normal” (de frente na altura dos olhos), de lado e de costas. Contudo, dependendo do produto, também é preciso uma visão de cima ou da parte debaixo. Pense: se você fosse comprar, como gostaria de ver o produto? Trabalhe em cima disso.

9) Evite o flash

Já falamos sobre aproveitar a iluminação natural. Quando isso não for possível, um dia de chuva, por exemplo, espere um outro momento para fotografar ou utilize um equipamento específico. O que você não deve fazer é usar o flash da câmera. Ele pode deixar a imagem clara demais e até esconder alguns detalhes.

Mulher usa flash da câmera

10) Não use filtros

Muitos celulares já vêm com filtros para fotos e vídeos. Quem fotografa produtos para vender na internet precisa ficar longe disso. Esses recursos não passam uma imagem de profissionalismo e, com eles, a foto não mostra as cores reais das peças. 

O cliente pode comprar achando que ia receber uma coisa e ficar desapontado ao ver que recebeu outra completamente diferente.

11) Dê uma noção de escala

Você não deve colocar na foto elementos que não fazem parte do produto a ser vendido. No entanto, se vende bijuterias, miniaturas ou outras peças pequenas, pode ser legal colocar algo como um lápis ou outro item de tamanho praticamente padrão ao lado do produto principal. Desta forma, as pessoas podem ter uma noção melhor do tamanho do produto

E, claro, não se esqueça de indicar todas as medidas no campo de informações da plataforma onde será vendido.

12) Mostre todas as opções

Se você vende uma mercadoria em várias cores, por exemplo, fotografe em todas as versões comercializadas. Os clientes gostam de ver como cada cor se aplica ao produto. 

13) Fotografe o produto sendo usado

Para dar uma noção ainda melhor da mercadoria, é interessante fotografá-la sendo utilizada, como é o caso de roupas, bolsas e bijuterias. É bom saber como o item se ajusta ao corpo e até como ele pode ser combinado com outras peças.

14) Faça muitas fotos e depois selecione as melhores

Assim como acontece com as nossas fotos pessoais, o melhor mesmo é fazer várias imagens dos produtos, de inúmeras maneiras e ângulos, e selecionar as melhores para publicar. Com isso, você economiza tempo.

15) Edite as imagens

Muita atenção aqui: use editores apenas para corrigir pequenas falhas e imperfeições. Nada de se empolgar e mudar por completo a foto. É apenas para potencializar o que já está lá, sem mexer na naturalidade. Há muitos apps gratuitos que auxiliam neste trabalho. 

Agora é com você!

Realmente, são muitos detalhes para se atentar, mas seguindo essas dicas, com certeza suas fotos ficarão mais bonitas e profissionais. E os seus produtos ficarão muito mais atrativos.