Veja tudo sobre como funciona o Uber Eats para restaurantes, saiba como se cadastrar na plataforma e comece a vender muito!

Já imaginou fazer negócio em um dos aplicativos de delivery mais conhecidos do Brasil? Aqui, você vai aprender como começar a vender pelo Uber Eats e entender os benefícios disso para o seu negócio.

Presente em 45 países, essa alternativa norte-americana de serviço chegou ao Brasil em 2017, com o compromisso de oferecer mais praticidade e facilidade no delivery de comida, disputando com plataformas como iFood e Rappi.

De acordo com o próprio Uber Eats, a plataforma conta com 103 milhões de usuários ativos mensalmente no mundo e mais de 600 mil restaurantes parceiros. Imagine só a visibilidade que seu negócio pode ganhar fazendo parte dessa rede!

Além disso, segundo pesquisa de um instituto do setor alimentício, 80% dos entrevistados afirmam que a função de entrega resultou em um aumento nas vendas. 

Por isso, cadastrar e vender pelo Uber Eats pode ajudar o seu comércio a ganhar aquele tão sonhado reconhecimento. 

Para não perder essa oportunidade, confira abaixo tudo que você precisa saber para se cadastrar e começar a vender pelo Uber Eats.

Vender no Uber Eats: quais as vantagens?

como vender no Uber Eats

Antes de encarar uma nova oportunidade, é sempre bom ficar por dentro do que te espera. Com o seu empreendimento, não é diferente. 

Um bom primeiro passo é avaliar as vantagens daquilo que você pretende fazer para ver se elas se encaixam nas suas expectativas. Então, vamos ver quais são as principais vantagens do Uber Eats?  

Estar por dentro das atualizações do mercado 

A chegada de aplicativos voltados para serviços de delivery trouxe comodidade tanto para o cliente, que pode se conectar a diversos estabelecimentos sem sair de casa, quanto para os comércios, que ficam ao alcance de muitos usuários. 

Desta forma, os comerciantes ampliam a visibilidade do negócio, e, consequentemente, o número de pedidos. 

Sem dúvidas, a prática de montar um restaurante delivery se fortaleceu muito nos últimos anos – principalmente durante a pandemia de Covid-19. Muitos restaurantes que não aderiram a essa prática, seja por falta de vontade ou de recursos, foram à falência. 

Sendo assim, uma das principais vantagens de vender pelo Uber Eats é estar inserido nesse novo universo de vendas, em uma das melhores plataformas do mercado, e desfrutar da grande visibilidade que ela proporciona. 

Ajuda a restaurante parceiros

Para você que tem um pequeno ou médio negócio, o Uber Eats tem uma vantagem especial. Ele oferece um pacote de ajuda a restaurantes parceiros, um programa de apoio temporário que engloba doações e até isenção de algumas taxas. 

Confira alguns benefícios:

  • reforço nas ações de marketing;
  • isenção da taxa de transferência de pagamentos diários;
  • possibilidade de doações feitas pelos usuários, como forma de suporte aos estabelecimentos.

Tudo isso para garantir que seu restaurante conquiste mais sucesso e consiga seguir em atuação mesmo em meio à crise econômica.

Política de cancelamento que favorece o restaurante

Se houver necessidade de o usuário cancelar o pedido após o início do preparo, você não sai prejudicado. De acordo com a empresa, caso isso aconteça, o estabelecimento pode optar por reembolsar ou não o consumidor.

Então, nada de sair no prejuízo por indecisão de um cliente, não é?

Quais as desvantagens de vender no Uber Eats?

Como nada é perfeito, o app também apresenta alguns pontos negativos que precisam ser levados em conta. 

Considerando que a plataforma é uma vitrine para muitos estabelecimentos, a concorrência é grande. Por isso, é importante saber como se destacar para não ficar para trás.

Mas vale ressaltar que o Uber Eats chegou no Brasil anos depois de outras plataformas, como o iFood. 

Diante disso, tem menos restaurantes cadastrados, sendo um ambiente com menor concorrência, se comparado a outros aplicativos. Tópico importante a ser levado em conta na hora de escolher onde vender. 

Outra desvantagem é que o Uber Eats cobra uma taxa de até 30% por cada pedido realizado

Olhando desta forma pode parecer pouco lucrativo, mas há outras coisas que precisam ser levadas em consideração, como os recursos e serviços oferecidos.

Como se cadastrar no Uber Eats para começar a vender?

como cadastrar no Uber Eats
Telas mostram como se cadastrar para vender no Uber Eats

Cadastrar seu restaurante no Uber Eats é bem simples. Veja o passo a passo completo abaixo.

1. Acesse o site do Uber Eats pelo celular ou computador e clique nos três traços que ficam no canto superior esquerdo. 

2. Selecione a opção Adicione seu restaurante.

3. Depois, insira o nome e endereço do estabelecimento, bem como o seu nome completo, telefone e e-mail.

4. Ainda na mesma tela, na seção Tipo de empresa, selecione a opção que corresponde ao seu negócio (ex: loja de conveniência, farmácia, mercado). No caso da opção Restaurante, outros dois campos devem ser preenchidos: número de filiais e tipo de culinária servida. Feito isso, clique em Enviar.

5. Agora, há duas possibilidades. Você pode receber um comunicado da empresa informando que ela entrará em contato por telefone ou e-mail em até três dias úteis – neste caso, é só aguardar. Ou então, você será levado para uma nova tela e preencherá mais informações – neste caso, siga os próximos passos. 

6. Selecione se deseja trabalhar com entrega (entregadores parceiros do Uber Eats ou sua própria equipe), retirada ou ambos. Quando finalizar, clique em Confirmar.  

7. Na página seguinte, informe a razão social (nome jurídico) do seu estabelecimento e o endereço completo novamente. Escreva também o nome e CPF do representante legal do negócio e o CNPJ do estabelecimento. Vá em Confirmar.

8. Por fim, com muita atenção, leia o contrato. Concorde com os termos, assine e finalize o processo. 

Assim, você estará a um passo de começar a vender pelo Uber Eats. A empresa pode levar alguns dias para conferir e processar todas as informações. Por isso, fique de olho no seu e-mail e celular para o caso de receber alguma atualização. 

Após a aprovação do cadastro e liberação do acesso à plataforma, você poderá montar o seu cardápio e ter acesso ao gerenciador de pedidos. O Uber Eats oferece duas plataformas para você administrar o seu negócio:

  • Painel de Pedidos: para o acompanhamento dos pedidos feitos pelos clientes e gerenciamento das entregas.
  • Painel Administrativo: para acesso e edição de informações referentes ao cardápio, meios de pagamento aceitos, além de dados de vendas e de clientes. 

Taxas e serviços: como funciona o Uber Eats para o comerciante?

As plataformas de delivery são muito conhecidas pelos comerciantes principalmente pelas taxas de comissão que costumam cobrar. No caso do Uber Eats, não é diferente.

Chegou a hora de você entender quanto custa se tornar um dos restaurantes parceiros da empresa. Vamos lá?

Quanto custa vender no Uber Eats?

A plataforma não cobra mensalidade como alguns concorrentes. No entanto, há outras taxas para as quais você deve se atentar.

Uma delas é a taxa de ativação única, que segundo a empresa é de R$ 500. Ela dá direito a um kit com tablet, software de pedidos, sessão de fotos profissionais e suporte de configuração.

A outra cobrança do Uber Eats é a taxa de serviço, uma porcentagem sobre cada pedido feito ao estabelecimento. O valor varia conforme a opção de entrega escolhida pelo comerciante.

Se você quiser utilizar os entregadores parceiros do Uber Eats, a taxa é de 30% por pedido. Se preferir usar uma equipe própria (modalidade não disponível em todas as cidades do país), a taxa é de 17% por pedido.

De acordo com a empresa, esse valor cobre as tarifas referentes a pagamentos feitos por cartão de crédito, promoções para você alcançar mais consumidores e suporte prestado.

Como vender mais no Uber Eats: 5 dicas para receber mais pedidos

como funciona o Uber Eats para o comerciante

Apesar das taxas cobradas, é inegável que o Uber Eats, assim como outras plataformas de delivery, pode ajudar o seu negócio a crescer muito. 

Para que isso aconteça, a primeira etapa é pensar em estratégias que melhorem o atendimento e a reputação do seu restaurante. 

Se você ainda não sabe como fazer isso, inspire-se nas dicas abaixo.

1) Invista em um cardápio de dar água na boca

Antes de realmente fazer o pedido, o consumidor vai “comer com os olhos”. Por isso, você precisa investir em um cardápio atrativo, com descrições detalhadas e criativas e imagens de alta resolução para despertar o desejo e a fome do cliente. 

2) Preze por uma gestão de pedidos e vendas eficiente

Organização é primordial para o andamento das operações do seu estabelecimento. Conte com a ajuda de plataformas de gestão de pedidos e de vendas para te auxiliar nesse processo. 

Se for contratar funcionários para te ajudar, estruture bem a equipe e as funções de cada um para garantir que tudo saia como o esperado.

Assim, você diminui as chances de erro e presta um serviço diferenciado, melhorando a imagem do seu estabelecimento.

3) Agilize suas entregas

Não adianta ter comida de qualidade, cardápio atrativo, equipe organizada e entregar o pedido com 1h de atraso.

Foque na agilidade de produção, mas sempre com muita atenção. Afinal, a pressa é inimiga da perfeição. 

Trabalhe para cumprir o prazo de entrega previsto. Aliás, se possível, vá além e tente entregar antes. Surpreenda o consumidor e aumente as chances de fidelização!

4) Diversifique as formas de pagamento 

Oferecer formas de pagamento além das mais tradicionais pode contar muito na hora de conquistar um novo cliente

Trabalhe com as mais comuns, como dinheiro, cartões de crédito e débito e vale-refeição, e também aceite Pix e carteiras digitais, por exemplo. Facilite a decisão do consumidor ao diversificar as formas de pagamento. 

5) Atente-se ao feedback dos clientes

Trabalhar com públicos distintos exige buscar formas de se reinventar constantemente. Mantenha uma comunicação clara com os consumidores e acompanhe as dúvidas e mensagens enviadas a você.

Além disso, procure prestar atenção no que eles dizem sobre o seu estabelecimento no momento de avaliação do seu produto e serviço. Caso receba um feedback negativo, não desanime. Analise o que foi falado e veja como melhorar.

Conclusão

Agora que você aprendeu como vender no Uber Eats, que tal fazer o seu cadastro e contar com todos os benefícios de estar em uma das maiores plataformas de delivery do Brasil? 

E caso você ache que essa não é a alternativa ideal para o seu negócio, veja outros apps de entrega e delivery que podem se adequar melhor ao seu propósito. 

Antes de você ir embora, uma pergunta: quer receber conteúdos como este no seu e-mail toda semana? Então, assine a nossa newsletter e fique por dentro das melhores dicas para aplicar no seu empreendimento.