Aprenda a aproveitar ao máximo os recursos voltados para negócios oferecidos pela plataforma

Se por um lado anunciar no Facebook pode ser muito lucrativo para uma empresa em razão da visibilidade que a plataforma proporciona, por outro exige técnicas para conseguir se destacar em um mar de anúncios e chamar a atenção de uma parte dos mais de 2 bilhões de usuários ativos.

O Facebook oferece uma série de ferramentas e recursos voltados especialmente para empreendedoras e empreendedores. Saber utilizá-los corretamente já é meio caminho andado, mas ainda há outros truques que podem fazer o desempenho do seu negócio ir muito além do planejado. 

Confira abaixo uma lista com 10 dicas para você vender mais no Facebook e fazer sua empresa decolar.

1) Alie conteúdo e estratégia de acordo com recursos

Saber exibir o seu produto em termos de conteúdo é muito importante. Afinal, é necessário produzir fotos de qualidade e/ou fazer uma seleção de imagens e descrever o item com clareza, precisão, visando fazer as pessoas clicarem no anúncio.

No entanto, se você quer potencializar essa publicação, precisa aproveitar os recursos que o próprio Facebook oferece para aumentar as suas conversões, como Gerenciador de Negócios, loja, página, Marketplace, Gerenciador de Comércio, entre outros. 

2) Monte um catálogo

Uma das funcionalidades oferecidas pelo Facebook é a possibilidade de criar e exibir um catálogo. Com ele, você amplia sua presença na rede social, aumenta sua visibilidade e dá um ar mais profissional ao seu negócio. 

Em alguns passos, você monta o seu catálogo e começa a mostrar as suas mercadorias. Dá para fazê-lo adicionando item por item ou integrar sua conta comercial no Facebook a uma plataforma de comércio eletrônico que já tenha os seus produtos cadastrados.

3) Faça uma página no Facebook

Ter uma página no Facebook é fundamental para sinalizar aos consumidores que o seu negócio é para valer. Além de conferir mais seriedade à empresa e ajudar a ganhar espaço na plataforma, ela permite a criação de anúncios gratuitos e patrocinados.

Ao criar uma página, você ganha acesso a ferramentas importantes para interagir com clientes, como criação de eventos – ideal para lançamento de produtos e/ou promoções – e de loja, criando proximidade com o público e encurtando o caminho até a realização da venda.

4) Publique imagens com sentido

Claro que a recomendação é usar fotos de qualidade para exibir os seus produtos, mas uma outra dica de ouro é publicar imagens estratégicas na interação em geral com clientes. Ou seja, aproveite determinadas oportunidades para interagir com memes e outros conteúdos que viralizam.

A ideia aqui é estabelecer uma comunicação com dois objetivos principais: conectar-se com as pessoas e promover identificação com elas. A união desses fatores atrai consumidores e aumenta as chances de compra.

5) Humanize o seu negócio

Fique de olho nos comentários dos usuários e nas mensagens enviadas no modo privado. Procure responder, solucionar dúvidas e problemas, mas não fique somente nisso.

Busque iniciar conversas com clientes, publique enquetes para entender melhor o que eles buscam e como está a popularidade da sua marca. E muita atenção para a maneira de se comunicar – evite entrar em discussões pois isso é muito prejudicial para a sua imagem e pode desvalorizar o seu negócio.

6) Crie uma loja no Facebook

Fachada de loja

O recurso de loja (também conhecido como página de vendas), conforme dito anteriormente, cria proximidade com os consumidores e encurta o caminho até a conclusão da venda. Esta ferramenta permite exibir um catálogo, criar coleções e acompanhar o desempenho das suas vendas e produtos.

O legal da loja do Facebook é que ela pode ser conectada à sua conta comercial no Instagram e, portanto, utilizada nas duas redes sociais. (Veja aqui o passo a passo completo para criar uma). E mesmo que você já tenha um site próprio de vendas (um e-commerce), a loja ajuda a aumentar o tráfego para ele, ampliando o conhecimento sobre a sua marca.

7) Conheça seu público-alvo

Tão importante quanto saber o que você vai vender é saber para quem você vai vender. Faça um estudo para conseguir reunir o máximo de informações possíveis sobre o seu público-alvo. Esse perfil é essencial para elaborar uma mensagem mais precisa e saber que caminho seguir com o seu produto em termos de expectativas e inovações.

A lógica disso é simples: anunciar para pessoas com mais chances de comprar. Não adianta gastar o fôlego tentando vender para quem não tem nada a ver com a sua marca. Aliás, o Facebook tem uma ferramenta perfeita para segmentar anúncios a determinados públicos. E ela é o próximo item desta lista.

8) Não deixe de considerar o Facebook Ads

Claro que muitos comerciantes, principalmente os que estão começando, não têm dinheiro sobrando para investir em certas estratégias. Mas assim que houver oportunidade, uma boa dica é aproveitar os benefícios dos Anúncios do Facebook (ou Facebook Ads).

A partir do impulsionamento de publicações mediante pagamento, é possível direcionar o seu anúncio para o público ideal, aquele que mais se identifica com a sua empresa. Também dá para criar campanhas específicas e monitorar o andamento de cada uma.

9) Acompanhe as métricas

Já que o Facebook oferece relatórios para acompanhar os dados referentes à sua estratégia na plataforma, nada mais sensato do que tirar o máximo proveito dessas informações para aprimorar ainda mais a sua presença nesse ambiente. 

No começo vai parecer confuso, mas com o tempo você se acostuma com todos aqueles números – e vai ver como é interessante analisar a performance do seu negócio na rede social. Com as informações certas, você aprende a otimizar os seus anúncios e campanhas, aperfeiçoando estratégias e aplicando recursos de maneira mais inteligente.

10) Teste todos os canais de venda

Há mais de uma forma de se vender no Facebook, e saber qual é a mais eficaz para o seu negócio só é possível depois de testar todas elas. Analise as vantagens e desvantagens de cada uma e veja qual impacta mais as suas vendas.

Por último

Depois de tudo isso, eu proponho um desafio a você. Coloque essas estratégias em prática e depois compartilhe a experiência nos comentários. Fale sobre o que super funcionou, o que acabou dando errado e o que te surpreendeu. Combinado?