A parte financeira de um negócio é motivo de dúvida para muitos empreendedores, mas essa tarefa não precisa ser complicada. Confira estratégias incríveis para cuidar melhor do dinheiro da sua empresa 

A gestão financeira para pequenos negócios é a etapa mais importante para mantê-los de portas abertas. 

Basicamente, é o controle de todo o dinheiro que entra e sai de uma empresa. O objetivo é tentar produzir os melhores resultados possíveis.

Um negócio sem uma gestão financeira eficiente corre o risco de ter que paralisar as operações ou até mesmo decretar falência – o pesadelo de qualquer empreendedor e empreendedora.

Claro que qualquer empreendimento está sujeito a riscos que não dependem exclusivamente do seu dono ou dona, mas com planejamento é possível contornar os impactos negativos.

Para evitar um cenário desesperador, hoje, você vai aprender como é uma gestão financeira para pequenas e médias empresas e como ela pode ajudar o seu negócio a ter uma saúde financeira estável.

O que é gestão financeira empresarial?

como fazer controle financeiro

Gestão financeira empresarial é um conjunto de ações voltadas para analisar, planejar, executar e controlar as atividades financeiras de uma empresa. 

A ideia principal é conseguir o máximo de lucro e o mínimo de despesa. Em outras palavras, alocar os recursos financeiros de maneira adequada e inteligente.

Uma excelente gestão financeira para pequenas empresas permite verificar todos os gastos, investimentos, lucros e prejuízos, e tomar decisões mais acertadas com base nestes números. 

De forma simplificada, há três áreas principais de atuação na administração financeira

  • gestão do caixa: dinheiro que entra e sai da empresa com as atividades relacionadas à produção e venda de mercadorias ou serviço; 
  • gestão de investimentos: recursos aplicados com o objetivo de expandir ou modernizar a empresa;
  • gestão de crises: administração de dívidas e empréstimos.

Qual a importância da gestão financeira para um pequeno negócio?

como fazer a administração financeira de uma empresa

Segundo um estudo realizado em 2013 pelo Sebrae, 14% das empresas sofrem com falta de capital ou de lucro no primeiro ano de funcionamento. 

Além disso, a falta de um planejamento prévio e de um controle empresarial são as principais causas de fechamento dos negócios. 

Portanto, uma eficiente gestão financeira para pequenas empresas é o que permite mantê-las saudáveis e funcionando. 

Com uma visão global de como os recursos estão sendo empregados, você pode entender se está seguindo o melhor caminho e estudar quais as melhores estratégias para gastar menos e investir mais

Por isso, aprender a gerir o seu empreendimento ajuda não somente na sobrevivência dele, mas também a aumentar o faturamento, honrar com todos os pagamentos, investir melhor e se preparar para um eventual momento de crise.

Como fazer gestão financeira de pequeno negócio? 12 dicas infalíveis para manter o dinheiro da sua empresa sob controle

Em poucas palavras, administrar o dinheiro de forma eficiente é essencial para diminuir as chances de o seu negócio quebrar diante da primeira adversidade. 

Veja a seguir 12 estratégias de como fazer a gestão financeira da sua empresa com sucesso para mantê-la de pé.

1 – Separe a conta bancária pessoal da jurídica

A partir do momento que você abrir um negócio, separe a sua conta bancária pessoal da conta da sua empresa (da sua pessoa jurídica) para impedir que vire uma grande bagunça.

Além disso, certifique-se de gastar o dinheiro da empresa investindo no aprimoramento dela e evite o descontrole do caixa.

2 – Estabeleça objetivos financeiros

É muito importante que você detalhe onde quer chegar com o seu negócio para saber quais caminhos deve traçar até lá. Procure sempre estabelecer metas reais e alcançáveis.

Organize-se e mantenha os pés no chão. Para isso, faça um planejamento estratégico e destaque as suas prioridades para alcançar seus objetivos da melhor maneira possível.

3 – Precifique seu produto corretamente

gestão financeira empresarial

Elabore uma pesquisa de mercado para ter certeza de que o preço cobrado pela sua mercadoria faz sentido. Avalie também se ele está de acordo com os custos de produção. 

Faça essa revisão de tempos em tempos e não se esqueça de pensar em uma margem de desconto para o caso de alguma ação promocional.

4 – Evite desperdícios

Analise os materiais que você mais utiliza e as quantidades necessárias para confeccionar os produtos ou executar os serviços que oferece, e faça um estudo para tentar calcular o custo da mercadoria vendida.

Com isso, é possível verificar de forma mais ampla se há algum desperdício na sua empresa. Afinal, é com um controle eficiente que se previne a perda de dinheiro!

5 – Faça um levantamento de todas as despesas

como fazer o controle financeiro de uma pequena empresa

Liste todas as despesas da sua empresa, tanto fixas quanto variáveis, e entenda para onde todo o dinheiro está indo. 

É uma forma de visualizar qual departamento está consumindo mais recursos e pensar em como otimizar as operações para alocá-los da maneira mais inteligente possível.

Aqui, o ideal também é tentar prever alguns gastos – o que só é possível a partir de um excelente planejamento.

6 – Registre tudo que entrar e sair do caixa

Monitore todas as entradas e saídas de caixa, até mesmo os valores mais baixos, pois, acredite, eles farão toda a diferença no final das contas.

Dê atenção a todas as movimentações – e não apenas ao dinheiro que entra – para ter uma visão clara e entender o seu fluxo de caixa, comparando o montante de entrada com o de saída.

7 – Tenha uma reserva financeira

gestão financeira para pequenas e médias empresas

Mesmo se você estiver iniciando um negócio, comece a guardar dinheiro, nem que seja uma pequena quantia por mês, e vá aumentando aos poucos. 

Tenha sempre em mente a importância de economizar para conseguir lidar com futuras adversidades.

8 – Negocie sempre que puder

Mesmo com uma ótima administração financeira, às vezes é difícil conseguir pagar todos os boletos. Então, negocie com fornecedores e instituições bancárias termos como prazos de pagamento, taxas cobradas, parcelamentos e descontos. 

Tenha cuidado ao pedir empréstimos, pois eles podem parecer uma solução rápida e mágica, porém a cobrança vai chegar depois – e com juros.

9 – Controle o estoque

Aprenda a gerenciar o seu estoque e evite comprar produtos em excesso para não correr o risco de ficar com as mercadorias encalhadas.

Um estoque parado pode causar grandes prejuízos e não é isso que você quer para o seu negócio, né?

10 – Use a tecnologia para controlar as vendas

Invista em sistemas que auxiliam no controle de estoque, do fluxo de caixa, das despesas e das vendas. Hoje em dia, há muitas ferramentas no mercado desenvolvidas para facilitar o trabalho de gestão financeira

Diversos sites e aplicativos oferecem recursos para ajudar empreendedores e empreendedoras nessa jornada. Descubra qual se adequa melhor à situação da sua empresa e utilize na sua rotina administrativa.

11 – Acompanhe o desempenho financeiro da empresa

Supervisione o desempenho financeiro do seu negócio todo mês para verificar se as estratégias aplicadas estão gerando resultados positivos.

Lembre-se dos seus objetivos financeiros estabelecidos lá no início e confira se tudo está saindo como o planejado. Caso não esteja, é o momento de mudar aquilo que for necessário para a sua empresa crescer ainda mais e de forma saudável.

12 – Estude muito sobre o assunto

Tendo facilidade com números ou não, busque cursos sobre empreendedorismo que ajudem a aprimorar ainda mais a gestão financeira do seu negócio, e tente entrar em contato com pessoas que possuem experiências empresariais

Diversas instituições oferecem opções gratuitas e virtuais de aulas e palestras voltadas para empreendedores iniciantes. Ter conhecimento em finanças é mais do que bem-vindo para quem tem uma empresa.

Quer receber dicas como estas no seu e-mail toda semana? Então, assine a nossa newsletter e fique por dentro das melhores estratégias para aplicar no seu negócio.

Gestão financeira para pequenas empresas: conclusão

Agora que você aprendeu como fazer uma excelente gestão financeira para o seu negócio, coloque a mão na massa e comece a aplicar as dicas acima para administrar o dinheiro da sua empresa.

O trabalho de gestão financeira não acaba em um dia, uma semana ou um mês. Trata-se de uma atividade de monitoramento constante. Só assim você vai descobrir se está no caminho certo para o sucesso ou se precisa corrigir a rota. 

Aproveite e faça um teste para verificar suas noções de gestão financeira. Se já tiver um negócio, ele vai ajudar a ver se você vem fazendo um bom trabalho neste departamento. Boa sorte!