Veja o que fazer no seu negócio para lucrar com a retomada do comércio e saiba como se adaptar a essa realidade para vender mais

Você já se perguntou o que vai fazer para vender mais no pós-pandemia? Sabemos que a doença terá efeitos prolongados no setor varejista, mas muitos hábitos de consumo criados nesse período tendem a permanecer. 

Com as medidas de isolamento adotadas pelos governos, as pessoas tiveram que recorrer aos canais de venda online para fazer as compras. 

O comércio eletrônico cresceu significativamente nos últimos tempos no Brasil. Para aproveitar esse movimento, confira algumas tendências e estratégias para vender mais no pós-pandemia.  

O que muda no varejo pós-pandemia: tendências do mercado 

vendas pós-pandemia

Com a implementação do “fique em casa”, muitas empresas tiveram que buscar alternativas digitais para continuar a vender. Foi preciso se adaptar ao “novo normal” para não sair prejudicado.

Agora, mesmo com a flexibilização do isolamento e a reabertura do comércio, o comportamento dos consumidores está um pouco diferente. Observe as principais tendências para o mercado pós-pandemia:

  • consumo sustentável, maior preocupação com causas sociais e ambientais;
  • atendimento completo, prático e de qualidade;
  • incentivo ao consumo de produtos vendidos localmente;
  • lojas híbridas (atendimento online e presencial);
  • diminuição dos gastos com produtos não essenciais.

O consumidor pós-pandemia

Os consumidores, agora mais do que nunca, estão em busca de experiências de compra satisfatórias. 

Eles querem encontrar empresas que, além de oferecerem produtos e serviços de qualidade, prestem um atendimento humanizado e tenham responsabilidade com causas sociais e sustentáveis.

Sem atender às necessidades dos clientes fica ainda mais difícil colocar suas estratégias de venda em prática.

Por isso, para vender mais no pós-pandemia, você precisa se adequar aos novos hábitos de consumo. Quer saber como fazer isso? Acompanhe os próximos tópicos.  

Como se preparar e vender mais no pós pandemia: 8 estratégias para colocar em prática

É sempre bom acompanhar o que está em alta no mercado para não ficar para trás. Há estratégias que você pode colocar em prática hoje mesmo e já surfar na onda das novas tendências.  

Veja aqui 8 estratégias que vão te ajudar a decolar suas vendas no varejo pós-pandemia.

estratégias para pós-pandemia

1. Reavalie a proposta de valor dos seus produtos

Proposta de valor é o motivo pelo qual os clientes optam por comprar na sua loja e não em outra. Ou seja, é o diferencial do seu negócio. 

Seu produto ou serviço precisa ser relevante e até mesmo essencial para o seu público-alvo

Primeiro, você precisa entender o que o consumidor procura e propor a sua mercadoria como a maneira mais eficaz de suprir a necessidade dele. Mostre o que sua marca tem de diferente das demais.

2. Entenda seu impacto social

Saber como encontrar bons fornecedores, além de conhecer seus funcionários e compradores, é essencial para entender o impacto que seu negócio tem no mercado. 

Não há nenhuma fórmula para saber isso com exatidão. Trata-se de um exercício de observação.

Investir em projetos sociais ou ambientais, por exemplo, é um diferencial enorme para o seu empreendimento. 

Desta forma, você gera valor ao seu trabalho, ajuda outras pessoas e incentiva os clientes a comprarem com você por simpatizarem com os seus valores. 

3. Invista nas redes sociais

Marcar presença nas redes como Facebook, Instagram e TikTok é essencial para aumentar a divulgação do seu negócio e, consequentemente, suas vendas. 

De acordo com a pesquisa Digital 2021, 70,3% da população brasileira está conectada às redes sociais. Já imaginou a visibilidade que seu negócio pode ganhar se você usá-las estrategicamente? 

Mais do que fazer posts, você precisa ter estratégias para crescer. Conheça algumas delas: 

  • interaja com o público pelos stories – pode ser por caixinhas de perguntas ou enquetes no Instagram, por exemplo;
  • faça promoções e sorteios exclusivos para seguidores; 
  • faça um planejamento do que vai postar e quando; 
  • organize seu conteúdo de acordo com o interesse do público que deseja atingir;
  • procure algo que represente sua marca e crie uma identidade visual para seu perfil;
  • integre o catálogo online dos seus produtos às redes sociais da empresa, se possível.

Desta forma, você pode vender pelas redes sociais e melhorar os resultados da sua empresa. Que tal testar? 

4. Integre vendas físicas e online

É importante ter um estabelecimento físico para que o consumidor possa visitar, ver e experimentar seus produtos ou serviços. No entanto, de acordo com um levantamento feito pela Confederação Nacional do Comércio (CNC), 75 mil lojas tiveram que fechar as portas em 2020.

Para evitar essa situação, é fundamental investir também nas vendas online.

O melhor dos mundos é integrar as duas frentes de atuação. Você pode contar com ferramentas para te ajudar nessa missão. Hoje, há muitos aplicativos e sistemas voltados para isso.

Aliás, confira qual ferramenta permite o melhor controle de estoque para o seu negócio.

como vender no pós-pandemia

5. Diversifique os canais de venda

Canais de venda são os meios que uma empresa utiliza para comercializar seus produtos ou serviços. Eles podem ser tanto offline quanto online e é através deles que os comerciantes atraem mais clientes.

Se você já tiver uma loja física, conquiste mais compradores investindo em outras plataformas. Você pode, por exemplo, apostar em um marketplace, que funciona como um shopping virtual.

A grande vantagem dele é que você conquista um público diverso e aumenta a visibilidade dos seus produtos. Alguns exemplos de marketplaces muito populares são Shopee, Mercado Livre e AliExpress.

Você pode também anunciar nos shoppings virtuais do Facebook e Instagram, ou ainda criar o seu próprio ponto de vendas online

6. Flexibilize as opções de pagamento

Oferecer formas de pagamento diversificadas pode te ajudar a ganhar pontos com os clientes. 

Por isso, além de trabalhar com meios habituais, como dinheiro e cartão de crédito ou débito, aceite Pix e carteiras digitais, por exemplo. Facilite a vida do consumidor!

7. Ofereça a melhor experiência de compra possível

Convenhamos, os clientes prezam por um atendimento prático e agradável

Uma pesquisa realizada em 2019 pela empresa de software Zendesk mostrou que a cada 10 brasileiros, 8 estão dispostos a pagar um preço maior para ter um atendimento melhor.

Por isso, ofereça um contato único e personalizado. Responda com transparência todas as dúvidas deles, tente não demorar para dar um retorno e busque entender exatamente o que eles querem. 

Esforce-se ao máximo para fazer o consumidor sentir que está colocando dinheiro em algo diferenciado e que realmente vale a pena. 

8. Deixe seu cliente satisfeito  

Para deixar seu cliente cada vez mais contente, invista em um pós-venda de qualidade. Não encerre o vínculo com ele após o pagamento Mantenha contato e procure saber como foi a experiência de compra.

Nesta parte, use a criatividade. Pode ser, por exemplo, uma mensagem carinhosa agradecendo pela compra ou um cupom de desconto para a próxima vez que visitar a loja. 

Lembre-se de que é mais fácil fidelizar quem já compra com você do que atrair novos clientes. Então, aproveite para fazer uma pesquisa de satisfação e ver quais pontos você tem acertado e quais ainda pode melhorar.

Conclusão

Como você viu, os hábitos de consumo das pessoas serão um pouco diferentes no mundo pós-Covid. Contudo, isso não é motivo para desanimar. Pelo contrário, é uma ótima oportunidade para se reinventar no mercado e mostrar o poder da sua empresa.

Agora que você já sabe as principais tendências comerciais para o pós-pandemia, coloque todas as estratégias de venda em prática e conquiste muitos clientes. Boa sorte!